COMO SABER QUE LEI VALE E QUE LEI FOI ABOLIDA?

COMO SABER QUE LEI VALE E QUE LEI FOI ABOLIDA?

(análise sobre leis moral, cerimonial, civil. E um estudo sobre as leis de saúde)

“Deus é justo e é o jurista perfeito, que ao sancionar cada lei, já estabeleceu quando ela é magna, princípio constitucional de validade eterna, ou se é uma lei menor, cuja duração de vigência já está explicita literal ou conceitualmente na própria legislação” (Valdir Antônio da Silva).

 

Como bem resume Ozeas Caldas Moura, sobre os diversos tipos de leis existentes na Bíblia:

 

1. Lei Moral, ou Dez Mandamentos (Êxodo 20). Essas não podem ser abolidas, pois têm a ver com o nosso relacionamento com Deus e o próximo. Não matar, roubar, mentir, por exemplo, jamais poderão ser abolidos, pois se o fossem, haveria caos na sociedade. A lei moral é também adequadamente chamada de lei eterna. Já existia antes da entrada do pecado. Foi resumida nos 10 mandamentos e colocada dentro da arca da aliança. A LEI ETERNA SE ENCONTRA ATÉ MESMO NO CÉU:

E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo; e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva” (Apoc 11:19).

Lembrando que a arca da aliança como é eterna se encontra até no Céu.

 

2. Leis cerimoniais ou de ordenança. Tinham a ver com o culto e sacrifícios de animais, aves, oferecimento de frutos e farinha aos sacerdotes, etc. Todo o sistema sacrifical israelita acabou se cumprindo em Jesus, e essas leis perderam sua validade. Foi escrita num livro e colocada do lado da arca da aliança. Era baseada em sacrifício de animais que prefiguravam o sacrifício do messias. Quando o messias morreu em nosso lugar, naturalmente estas leis se tornaram caducas, caíram em desuso. Eram apenas parábolas de tempos futuros.

 

3. Leis civis ou judiciais. Regiam a vida na sociedade hebraica (leis com respeito à guerra, escravidão, compra e venda de propriedades, delimitação de terras, etc.). Elas se aplicavam à situação de Israel naqueles tempos, e não se aplicam às situações de hoje, salvo algum princípio extraído delas (por exemplo, não maltratar o escravo seria hoje aplicado a tratar com respeito os empregados). A lei civil era parecida com a dos outros povos e incluía a lei de olho por olho e dente por dente.

A Lei Civil e a Lei Cerimonial de Israel não são obrigatórias aos cristãos visto que se tornaram caducas, arcaicas.

 

NOTE QUE: As 2 leis, tanto a eterna quando a cerimonial foram dadas por Deus. Só que LEI ETERNA ia dentro da arca da aliança, (Deut 10:5) e foi escrita em pedra, simbolo de eternidade. Deus a escreveu com seu próprio dedo. (Exo 31:18).

A LEI CERIMONIAL foi escrita num livro por Moisés e posta AO LADO DA ARCA. Deus a ditou e não escreveu diretamente pois era passageira. (De. 31:24-26).

Já a Lei Civil foi tolerada por Deus.

É IMPORTANTE RESSALTAR QUE: A Lei Eterna existia ANTES de entrar o pecado. A Cerimonial foi dada APÓS entrar o pecado.

 

ALGUNS VERSOS QUE CARACTERIAZAM DIFERENÇAS ENTRE LEI MORAL (ETERNA) E LEI ORDENANÇA (CERIMONIAL):

 

A Lei eterna foi Proferida por Deus. Êxodo 20:1,22

A Cerimonial foi Proferida por Moisés. Levíticos 1:1,2

A Eterna foi Escrita por Deus. Êxodo 31:18

A Cerimonial foi Escrita por Moisés. Deut. 31:9

Eterna: Escrita em tábuas de Pedra. Êxodo 31:18

Cerimonial: Escrita num livro. Deut. 31:24

Eterna: Entregue por Deus a Moisés. Êxodo 31:18

Cerimonial: Entregue por Moisés aos Levitas. Deut. 31:25,26

Eterna: Colocada dentro da arca da Aliança. Deut. 10:5

Ordenanças: Colocada pelos Levitas ao lado da arca da Aliança. Deut. 31:26

Eterna: Mostra o pecado. Rom. 7:7

Ordenanças: Prescreve ofertas para o pecado. Lev. 4,5

Eterna: Sua Transgressão é pecado. I João 3:4

Ordenanças: Não há pecado em sua transgressão. Efésios 2:15

Eterna: Ela é a norma do julgamento. Tiago 2:10

Ordenanças: Por ela ninguém será julgado. Col. 2:16

Eterna: Estabelecida pela fé. Rom. 3:31

Ordenanças: Abolida por Cristo. Efésios 2:15

Eterna: Tem um sábado moral. Ex. 20:8-11

Ordenanças: Tinha 7 sábados rituais. Levítico. 23

 

4. Leis de saúde (como as de Levítico 11). Tais leis visavam a saúde e o bem-estar dos israelitas. Essas leis não foram abolidas, pois o que fazia mal ao organismo de um israelita, faz igualmente mal ao organismo de alguém que vive hoje. Exemplos: não comer gordura (colesterol), não comer sangue (doenças transmitidas pelo sangue, como hepatite, aids, não comer a carne de determinados animais, etc.).

A LEI DE SAÚDE EM LEVÍTICO 11 NÃO É UMA LEI CERIMONIAL, PORTANTO, NÃO FOI ABOLIDA. Levítico 11  não é uma lei “cerimonial”, mas sim alimentar. Por isso, sua validade independe do sacrifício de Cristo. Como bem diz Gilson Medeiros, não podemos crer que Jesus derramou Seu precioso sangue na cruz para que o porco se tornasse um animal limpo.

 

TAMBÉM É IMPORTANTE LEMBRAR QUE AQUESTÃO DA ALIMENTAÇÃO NÃO É O QUE DETERMINA A SALVAÇÃO (como alguns dão a entender). Mas, como diz Gilson Medeiros, uma vez que nosso corpo é o “templo” ou “santuário” do Espírito Santo, é necessário tomar todo o cuidado para não contaminar tal templo, e esta preocupação se dá através de reconhecer, aceitar e viver as orientações que o Senhor zelosamente revelou em Sua Palavra acerca desse tema (cf. 1Cor. 6:19-20).
 

AGUNS CITAM ISOLADAMENTE ALGUNS VERSOS PARA JUSTIFICAR O NÃO CUIDADO COM A ALIMENTAÇÃO. POR EXEMPLO, CITAM ISOLADAMENTE: “não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem” (Mat. 15:11).
 
O que Jesus estava condenando era a hipocrisia dos fariseus em buscar, nos detalhes das tradições (por eles inventadas), os motivos para O acusarem de alguma coisa (cf. vv. 1-2).
 
Não estava em jogo o assunto de alimentos imundos, mas o ato de lavar ou não as mãos todas as vezes que fossem comer, e isto era realizado com um verdadeiro ritual pelos fariseus mais “tradicionais”.

VEJA MAIS SOBRE ESTE TEMA DA LEI ALIMENTAR PARA A BOA SAÚDE, INCLUSIVE A POLÊMICA SOBRE  “A VISÃO DO LENÇOL DE ANIMAIS” EM Atos 10 (muitos usam esta visão para afirmarem ser lícito comer porco, crustáceos, etc): https://m.reavivandoesperanca.webnode.com/products/a-lei-de-saude-em-levitico-11-nao-e-uma-lei-cerimonial-portanto-nao-foi-abolida/

 

ALGUNS CONFUNDEM PRNCÍPIOS E COSTUMES:

 

Alguém questionou: “em Levítico 19:27 fala que não era para cortar o cabelo nem aparar a barba, alguns dizem que essa lei foi abolida, mas que outras não. [...]. COMO VOU SABER O QUE FOI ABOLIDO OU NÃO?”

 

Muitas pessoas costumam afirmar que alguns princípios bíblicos foram abolidos por estarem no antigo testamento. Nenhum princípio muda ou é abolido. Costumes sim podem mudar. Mas, como cristãos, só aceitamos mudança de costumes quando tal mudança não bate de frente com algum princípio bíblico. Nem velho nem novo testamento foram abolidos em seus princípios.

Algumas leis que mudaram na Bíblia não são  princípios, e sua duração já era prevista (literal ou conceitualmente pela própria Bíblia) como dependente de alguma fase ou situação. Há leis comuns que mudaram, e há princípios que se referem a uma situação específica, e sempre tiveram sua validade exclusiva para tal situação (e por inexistência de conhecimento, ou existência de intenção negativa, são deturpados por críticos). Por exemplo:

Claro que o simples fazer a barba ou cortar o cabelo não é pecado, mas fazer a barba e o cabelo e oferecê-los a um Deus pagão isso é pecado, e este princípio nunca mudou nem foi alterado. E é isso que trata Levítico 19:27, pois nos tempos bíblicos era comum este ritual pagão. NOTE QUE O PRINCÍPIO CONTINUA VALENDO CASO ALGUÉM RESOLVA FAZER TAL RITUAL (inclusive há grupos no mundo que ainda fazem tal ritual). Levítico 19:27 tem a ver com a questão da idolatria.

 

JESUS NÃO TIROU NEM AUTORIZOU TIRAR NENHUM PRINCÍPIO DA BÍBLIA, SEJA VELHO OU NOVO TESTAMENTO. QUALQUER ADVERTÊNCIA BÍBLCIA SOBRE ISSO, MENCIONA “DESTE LIVRO” (o livro todo, a Bíblia toda, sem fazer menção de parte ou fase):

 

“Declaro a todos os que ouvem as palavras da profecia deste livro: se alguém lhe acrescentar algo, Deus lhe acrescentará as pragas descritas neste livro. Se alguém tirar alguma palavra deste livro de profecia, Deus tirará dele a sua parte na árvore da vida e na cidade santa, que são descritas neste livro” (Apocalipse 22:18,19).

 

Leia mais sobre a imutabilidade dos princípios: https://m.reavivandoesperanca.webnode.com/products/estudo-principios-nao-devem-mudar-costumes-podem-mudar-o-veu-na-igreja-a-calca-comprida-fazer-a-barba-etc/

 

Valdir Antônio da Silva


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!